ZONA DE CONFORTO: o despertar da consciência de ALMA e o crescimento contínuo

Tempo de leitura: 16 minutos

O que é ZONA DE CONFORTO?

Zona de conforto são as áreas de nossas vidas que nos sentimos confortáveis com os desafios. Os desafios não são mais percebidos como desafios reais, são comuns, são conhecidos.

Imagine realmente que é uma região de atuação de suas ações que você se sente confortável em executar.

Sempre que você estiver fazendo algo pela primeira vez, então estará enfrentando sua zona de conforto.

zona de conforto é o oposto do sucesso
Zona de conforto é o sentido contrario do sucesso

Zona de conforto é um “lugar” que quem deseja crescer, evoluir, aprender, desenvolver, etc, não deveria ficar. Pois, a zona de conforto é justamente o oposto disso, ela irá te manter exatamente onde está hoje.

Se eu pudesse escolher uma única coisa pra você aprender sobre zona de conforto hoje, seria que, é impossível crescer (em qualquer área da sua vida) sem desafiar sua zona de conforto.

“Zona de conforto”
Este é um dos maiores problemas do ser humano. Evitar o crescimento e a evolução. Querer ficar estável, sendo que isso não existe. Tudo é vibração e mudança. Querer ficar na zona de conforto paralisa toda a vida da pessoa em todas as áreas.
Helio Couto

O que eu mais desejo de coração, é ver você crescendo e se desenvolvendo em todas as áreas da sua vida. É por isso que eu faço o que faço. Esse artigo tem o poder de mudar sua vida sim, só depende de você.

Esse é um blog que fala sobre a espiritualidade do ser humano.

Então, a visão que vou passar aqui sobre zona de conforto, você não vai encontrar em outros sites por aí. Aqui vamos entender sobre zona de conforto sob a óptica da ALMA vs EGO.

Continue lendo para saber mais sobre:


É confortável estar na ZONA DE CONFORTO?

zona de conforto nem sempre é confortável

Quando fala zona de conforto, o que você pensa?

Primeira coisa que é importante termos em mente, é que a zona de conforto é conduzida pelo ego, porque o ego não quer evoluir. O ego não quer ser mexido. A zona de conforto nada mais é que isso, um lugar que não se quer mexer.

Mas é comum as pessoas acharem que zona de conforto é um lugar gostoso, confortável. Na verdade a maioria das vezes não é assim, zona de conforto é só um lugar que o ego está habituado a viver, mas não que seja um lugar agradável.

O exemplo mais fácil e comum para entendermos isso é o trabalho. Hoje em dia as pessoas vivem infelizes em seus trabalhos, reclamam do trabalho. Reclama do chefe, ou dos colegas, ou das atividades que precisa ser executada, ou do local de trabalho, ou reclama de tudo ao mesmo tempo. Isso acontece porque nossa sociedade ainda tem sua estrutura moldada pelo ego e não pela alma. Mas, a questão é que a pessoa não muda porque está presa pela zona de conforto.

Bem ou mal, ela já conhece aquele trabalho, sabe o que precisa ser feito, não precisa se esforçar tanto, tem o salário “garantido”. Percebe? Mas isso tudo é uma ilusão criado pelo ego.

Entendendo a origem do desconforto

A chave está na ALMA. Quando a pessoa começa a trabalhar a essência de alma, já não consegue mais viver na Zona de Conforto.

É preciso se fazer a pergunta: o incômodo vem pra quê?

Para responder essa questão é preciso olhar para dentro e interiorizar. Esse é o processo de dar voz a alma, é despertar a consciência. Isso pode não ser muito fácil, porque o ego não quer olhar pra dentro, ele se sente ameaçado.

O incômodo vem para movimentar algo que está estagnado.

Porque precisa ser feito esse movimento? Porque precisamos crescer e evoluir.

Todos nós viemos pra terra com objetivo de evoluir, aprender e crescer. O universo trabalha dessa forma. O plano Divino imprime um fluxo constante de crescimento. Todo problema que existe está em resistir e lutar contra o crescimento. Essa resistência gera um atrito, que se transforma em doença, acidentes e infelicidade de maneira geral. Vamos falar disso mais adiante.

Mas você pode dizer: quem não quer crescer? Eu não estou resistindo ao crescimento não!

Querida alma, o ego tem suas artimanhas rsrs. Ele que faz você pensar dessa forma. Sempre que você escolhe atividades supérfluas que não agregam em nada em vez de estudar ou trabalhar ou ajudar alguém ou qualquer outra atividade edificante, chamamos isso de auto-sabotagem. É como resistimos ao crescimento.

Nossa missão de ALMA

A nossa alma é perfeita, quando nascemos, ela já tinha um plano divino pra ela. Mas esquecemos desse plano ao nascer, e o ego se desenvolve já na primeira idade. Então, nossa essência vai ficando de lado, até que chega uma hora que o desconforto aparece.

O que é esse desconforto?

Por favor meus queridos, tenham um olhar amoroso para esse desconforto. Quando esse desconforto não é observado, respeitado, quando não é dirigido ele se intensifica. Devemos olhar para o desconforto com a consciência, (é o que está acima do pensamento e sentimento do ego, é a consciência de alma).

Quando a pessoa não entende, a origem do desconforto, é como dar murro em ponta de faca. O corpo fica doente, ocorre uma somatização. Mas a alma sabe o que é melhor.

A alma sabe o que precisamos. Se vem a doença, a pessoa tem a oportunidade de mudar, transcender a situação que gerou a infelicidade. Com isso, evoluir, entender e sair da zona de conforto.

Todo mundo tem a oportunidade de mudança (sair da zona de conforto). O universo da seus recados, seja uma doença ou um simples incômodo. Você está atenta aos sinais?

Pode conversar com as pessoas, tirando raras exceções, pergunte se existe algum incômodo na vida da pessoa. Todos tem, não é mesmo?

O que é esse desconforto?

É a Zona de Conforto precisando ser mexida. É a alma que está mexendo na zona de conforto, pois o ego não faz isso. Quem mexe na zona de conforto é a alma. A alma sabe onde tem que ir e o que fazer para que a mudança seja feita.


Teoria do Caos e a Zona de Conforto

Antes de entrar nesse tema preciso fazer uma referência aqui.

Entendemos que a zona de conforto é o núcleo de uma bola maior que é divida em 4 partes. Conforme a figura abaixo:

as etapas da zona de conforto

Perceba que existe uma “zona de medo” que envolve a zona de conforto antes que chegar na “zona de aprendizagem“. Ou seja, é preciso superar o medo para sair de fato da zona de conforto. Adiante falaremos um pouco mais sobre isso.

Dentro da zona de aprendizagem veja que tem um tópico chamado de “ampliar a zona de conforto“. Esse é um ponto muito interessante, significa que com a continuidade dessa atividade, a zona de aprendizagem passa a se tornar zona de conforto.

Como assim?

Vou dar um exemplo. Imagine que você nunca gravou um vídeo na vida e resolve abrir um canal no youtube. Os primeiros vídeos irão causar um certo medo e desconforto, pode apostar. Eu fiquei bem desconfortável nos primeiros vídeo que gravei no meu canal. Precisei superar o medo para entrar na zona de aprendizado. No entanto, depois de gravar alguns vídeos, isso passou a ser normal, confortável. Então, o que antes era um desafio e me colocava para fora da minha zona de conforto, após praticar algumas vezes, passou a ser minha zona de conforto.

Legal isso né. É assim que expandimos nossa zona de conforto. Quando nos colocamos constantemente na zona de aprendizagem, chegamos finalmente na “zona de superação” conforme a figura. É ai que a mágica acontece, é onde realizamos nossos sonhos, desejos, metas, objetivos, etc.

Continuando …

Acidentes, doenças e grandes mudanças

Quando acontece um acidente ou uma doença na vida da pessoa, como um acidente de carro por exemplo, que aconteceu comigo. Passa um filme na cabeça e a pessoa repensa em tudo. O que fiz da minha vida, e agora tudo acabou?

Esse choque é uma grande oportunidade de mudança. É um grito da alma pra ver se a consciência escuta. É um momento que o ego fica fragilizado e abre uma brecha pra consciência. É uma segunda chance que a pessoa tem de se despir do ego.

Nesse momento você é “cuspido” pra fora da sua zona de conforto (veja o desenho das 4 bolas da zona de conforto acima). Esse é o papel do Caos. Cria-se um grande impacto para forçar você perceber e voltar para seu caminho de alma. Se você não percebe, volta para estaca zero, e mais ou menos tempo vem o caos novamente.

Entenda, a mudança precisa acontecer. Inicialmente o recado vem com uma insatisfação, se a pessoa não enxerga pode virar uma dor maior. Pois precisa estar no processo de alma para conseguir ver.

O fato de você estar aqui, significa que você já começou a ouvir sua alma.

O acidente por exemplo, vem pra fazer você entender o que é a vida. Ela passa, ela pode acabar num instante, e você não é feliz, você percebe a brevidade da vida. Quanto tempo perdemos sendo infeliz?

As coisas só irão “entortar” até você entrar de vez no seu caminho de alma.

Não adianta resistir nem lutar contra

O acidente (qualquer “movimento brusco na vida”) ocorre um salto para fora da zona de conforto, mas precisa de consistência para mudar definitivamente.

Por exemplo, você perde o emprego. A vida parece que vira de pernas pro ar e você se vê perdida. Mas não pense que isso é algo negativo. Deus é amor. Esse é só um movimento que deve fazer você olhar para o que sua alma está querendo dizer.

Mas se você não enxerga e não muda sua forma de pensar, resiste em continuar tudo como antes, continua enxergando tudo sob o ponto de vista material. Então, a situação só piora, as coisas não andam, a situação se intensifica, acumula. E você se vê como vítima. Ninguém é vítima, você se coloca como vítima. Porque essa é uma forma de não precisar mudar, se você é vítima, não há nada para ser feito.

É o ego falando que é vítima, ele não consegue entender que é preciso realizar um movimento, sair da zona de conforto. O ego diz que já tentou de tudo, mas não tentou os recursos da alma.

Não somos um corpo vivendo uma experiência espiritual, somos um espírito vivendo uma experiência corporal.

A vida espiritual é primordial, ela antecede a vida material. Ignorar a realidade espiritual e viver somente a vida material é garantia de sofrimento. Pois é ir contra a realidade. O que acontece com quem ignora a realidade?

Com que frequência você cuida do seu corpo? Vai na academia, faz um dieta balanceada e cuida da sua aparência. Com que frequência você cuida da sua alma? Não cuidar da alma é permanecer na zona de conforto.

A zona de conforto só existe onde existe o ego.

A resistência é um dos problemas mais básicos, e, a partir dele, todos os outros problemas são criados. Quando você resiste a algo, você fica em dificuldade.
Jesus disse: “Não resista ao mal.” Mesmo ao mal não deveria haver resistência, porque a resistência é o único mal, o único pecado. Quando você resiste a algo, isso significa que você está se separando do todo; você está tentando se tornar uma ilha, separada, dividida. Você está condenando, julgando, dizendo que isso não está correto, que não deveria ser assim. Resistência significa que você tomou uma postura de julgamento.

OSHO, Above All Don’t Wobble, # 25


O PROPÓSITO da alma e a zona de conforto

A mágica acontece fora da sua zona de conforto
A mágica acontece fora da sua zona de conforto

Se tem uma coisa que é boa pra sair da zona de conforto é um propósito bem definido. Quando você gosta do que faz sua zona de conforto fica cada vez menor.

E por que disso?

Porque a descoberta do propósito é a mesma coisa que a descoberta do caminho da alma, e esse caminho é de evolução constante.

Se somos parte do Criador, somos seres perfeitos em essência, mas envolvidos com o ego que está em evolução. Tudo que queremos podemos conseguir, desde que fizermos por onde.

Todo ser tem o dever de evoluir o máximo que puder o tempo todo. Ele foi emanado pelo Todo com todo o potencial deste. Isso está latente no ser. Existe um impulso para crescer e evoluir em todos os sentidos. O ser sente esse impulso como instinto. Os instintos são uma forma de garantir que o ser não caia na zona de conforto e não se desenvolva. Outra forma de garantir essa evolução é o que os humanos chamam de Teoria do Caos. Que na verdade é uma forma extremamente ordenada de fazer com a transformação aconteça de qualquer forma. Queiram ou não queiram. Tudo no universo está debaixo da Teoria do Caos. Desta forma nada cai na zona de conforto por muito tempo ou na auto-sabotagem.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto
Para lero esse artigo completo clique aqui

Por exemplo:

Não estou feliz com meu trabalho. Então, saio de uma empresa e vou para outra, pra fazer a mesma coisa que fazia na antiga, com pequenas mudanças.

Qual foi a mudança de fato?

Mudou somente o ambiente, mas a estrutura é a mesma. Percebe?

É um pequeno passo no limite da zona de conforto. Você se arriscou ao novo. É um movimento importante, é o primeiro passo.

Mas qual foi a real mudança?

Temos que transcender os limites e romper as barreiras. Basta olhar para dentro e enxergar o propósito. Todos temos isso.

Vencer o MEDO para sair da zona de conforto

Ser feliz requer mudança, coragem para entender o propósito e executar com fé. Deixar o trabalho e estudar um assunto que realmente ama e acreditar no resultado com fé e fazer desse assunto seu novo ganha pão. Isso vai dar certo.

A fé é você se jogar da montanha tendo a confiança que Deus está segurando você com a mão. É você andar e não enxergar o chão, mas saber que alguma coisa vai te segurar e guiar. Essa é a fé.

O medo é necessário para preservar nossa integridade física. Você não vai brincar com um cachorro bravo para evitar tomar uma mordida. Nem vai andar por um beco escuro a noite se arriscando desnecessariamente. É sensato. Mas e o medo de experimentar o novo? Pode limitar muito sua vida não é mesmo?

Quando o medo te limita, é necessário observar com a consciência da alma.

A alma é luz, está em contato com o Pai e com todas as Divindades, a alma não tem medo. A alma é perfeita. O que é imperfeito e gera medo, insegurança e ódio é o ego.


A escola da VIDA e as ONDAS do mar

Saia da sua zona de conforto para uma vida melhor

Para finalizarmos esse assunto, duas analogias:

As provas da vida servem pra que?

Assim como na escola e na faculdade as provas da vida servem para testar nosso aprendizado. Serve para aprendermos algo.

O que acontece se você não tira a nota suficiente na prova?

É preciso repetir a matéria e fazer a prova novamente, não é?

A vida é um constante movimento, não existe estabilidade. O ego que da a falsa sensação de segurança e conforto.

Agora imagine uma onda do mar bem grande.

Se você está em cima da onda o que acontece? Você surfa e vai com ela. Progride, evolui e ainda se diverte.

Mas se você está no meio do mar, desatento (distante da consciência da alma), e a onda vem sem que você perceba. O que acontece? Pois é, a onda te leva, te arrasta e até machuca. Mas faz você avançar, nem que seja na força, (na dor).

Sempre temos a opção de estar por cima da onda ou então por baixo, mas temos que ir de qualquer jeito.

Evoluir na DOR ou no AMOR.

Não é mais necessário aprender pela dor. Esse processo de enfraquecimento do ego e ganho da consciência de alma, faz com que passemos a aprender pelo amor e não mais pela dor.

Gostou desse artigo? Então se inscreva logo abaixo, que eu irei te avisar por e-mail quando escrever outros artigos como esse.

Conteúdos para despertar a consciência.

Melhore sua qualidade de vida! Fique por dentro das atualizações do blog. Inscreva-se grátis!>

Gratidão por você estar aqui. Muita luz em seu caminho.

Com AMOR Paula.

4 Comentários


  1. Olá Paula,

    Te conheci por acaso enquanto pesquisava aquela imagem dos tipos de zona. Foi o primeiro blog que abri e me encantei.
    Só gostaria de te agradecer, de coração! Tu abriu a minha mente e disse – ops, escreveu – tudo o que eu precisava ouvir nessa fase da minha vida.
    Louca para ler teus artigos, assistir teus vídeos e te acompanhar nas mídias sociais! Ganhou uma fã, obrigada de verdade!

    Responder

    1. Oi Barbara, eu agradeço muito o carinho de coração, fico muito feliz em saber que estou fazendo o bem e podendo participar da vida de pessoas como você de uma maneira tão bonita. A intenção é exatamente essa, levar conhecimento, esclarecimento e ajudar as pessoas a se encontrarem para serem cada vez mais felizes e realizadas. Fiquei muito feliz com sua mensagem, gratidão pela sua participação aqui.

      Responder

  2. Oi Paula. Fiquei maravilhado com seu blog. Como a Bárbara, foi o primeiro que encontrei quando pesquisava sobre egregoras. Li todo material do blog, parabens por sua iniciativa, adorei ler tudo e principalmente a forma como você expõem. Outro ponto positivo é que não temos aqui aquela infinidade de propagandas que abusam do leitor. Isso representa grande respeito. Sinto que evolui bastante depois de conhecer seu blog. Sou católico por conveniência e a 10 anos seguidor da doutrina espírita e me senti muito a vontade com suas explanações. Gratidão, amor, carinho, ajuda. Parabéns!

    Responder

    1. Ola Jose, nossa 🥰, fico imensamente feliz em saber que esse blog fez sentido pra você. É muito gratificante saber que posso ajudar mesmo que de longe. Gratidão por compartilhar sua experiencia e seu processo 🙂

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *