Dose de Poder #018 (Sistema de Crença I)

Tempo de leitura: 2 minutos

“Por trás de tudo o que pensamos, vive tudo em que acreditamos, como o supremo véu de nossos espíritos.” – ANTONIO MACHADO

O que dita nossos pensamentos são nossas convicções e nosso sistema de crença.

Dois irmãos gêmeos possuíam um pai alcoólatra que os agredia e lhes causavam diversas aflições. Já na fase adulta, um irmão se tornou semelhança do pai, ladrão, drogado e acabou numa prisão. O outro se tornou bem-sucedido, responsável e carinhoso com os filhos.

Ao perguntarem para os dois irmãos o que os levou a sua situação atual, a resposta foi a mesma: Com o pai que tive, o que você esperava que eu me tornasse?

A questão aqui é que não são os eventos externos que moldam nossas vidas, mas sim a forma como interpretamos esses eventos.

São suas convicções (sistema de crença) que fazem da sua vida uma alegre jornada de contribuição, ou uma existência de sofrimento e desolação.

Sempre que algo acontece em nossas vidas, o cérebro se questiona:

Primeiro – Isso vai significar dor ou prazer?

Segundo –  O que preciso fazer agora para evitar a dor e/ou alcançar o prazer?

As respostas para essas perguntas são baseadas em nossas convicções (sistema de crença). É por isso que as pessoas tomam decisões diferentes frente as mesmas questões, pois possuem convicções diferentes.

É importante também falarmos que raramente questionamos nossas convicções antigas. Na verdade adotamos nossas convicções como realidade absoluta. Consequentemente, essas convicções determinam o caminho que percorremos ao longo da vida.

Vamos nos abrir para uma visão mais positiva do mundo, para tudo que acontece existe algo de positivo. Questione suas convicções negativas e substitua por outras positivas, esse processo muitas vezes não é prazeroso a curto prazo, mas com certeza será a longo prazo.

O próximo post da série é: Dose de Poder #019 (Sistema de Crenças II)

Se gostou, comenta e compartilha. Confira também meu canal no Youtube  🙂

Com amor Paula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *