Dose de Poder #036 (Como Realizar IV)

Tempo de leitura: 3 minutos

“Assim como o armeiro apara e deixa a flecha reta, o mestre orienta seus pensamentos desgarrados” – BUDA

Quem é o mestre, você ou sua mente? Quem comanda seus pensamentos, você ou sua mente? Você acha que é o mestre dos seus pensamentos? De fato, deveria, mas os papeis estiveram invertidos por milênios. Quando você tenta se livrar de algumas emoções negativas, é o momento em que você trava uma batalha com sua mente. Certamente ela fara de tudo para ganhar essa disputa e provar quem esta no controle.

Estamos em processo de evolução, nesse processo nos deparamos com essa questão: controlar os pensamentos. É um passo muito importante para o autocontrole mental e emocional, e também com certeza para evolução espiritual.

Nossa capacidade de mudar a maneira como sentimos depende da capacidade de mudar as submodalidades. Assim, sabendo como manipular as submodalidades, você saberá como aumentar as emoções positivas e diminuir as emoções negativas.

O que vou falar agora é extremamente valioso. Essa é uma ferramenta poderosíssima para controlar seu estado emocional.

Vou tentar usar um exemplo cotidiano. Quem tem um chefe que, digamos, não é lá tão gentil com você, e de vez em quando você fica com raiva da forma como é tratado. Então, você fica com aquela imagem na sua cabeça, e não consegue esquecer. Você fica repetindo a cena inúmeras vezes na sua cabeça, como uma tortura psicológica. Difícil de sair da cabeça não é verdade?

Não mais a partir de hoje.  😀

O que você deve fazer é “brincar” com a imagem. Feche os olhos e mentalize. Coloque um nariz de palhaço nele, veja você rindo enquanto ele fala com você. Faça com que a voz dele fique fina, coloque uma peruca extravagante. Imagine que ele virou um anão, então, fique passando esse “filme modificado” várias vezes, de traz pra frente, e repetindo novamente. Muitas vezes, como estivesse riscando um CD. Repetindo rapidamente em sua mente.

Você pode tornar a imagem preto e branco. Então, se a imagem é grande pode torna-la muito pequena. Se o som é alto, torne baixo. A imagem é brilhante ou apagada? Você está próximo ou longe da imagem? É rápido ou devagar? É pesado ou leve? Sua respiração como está? Você se encontra tenso ou relaxado?

Na verdade, você deve experimentar o que funciona melhor para você. Então, as vezes você pode tornar a imagem muito pequena do tamanha de um grão de areia e muito longe. Se for uma emoção positiva, funciona do mesmo jeito. Você deve dar mais cor, brilho, intensidade, tornar grande. Dessa forma, potencializando a emoção positiva para que ela seja ainda mais benéfica e motivadora.

Essa técnica de manipular as submodalidades funcionam tanto para dissolver emoções negativas como para potencializar emoções positivas.

Agora, quero que pratiquem, não é só para ler aqui não. É preciso por em prática, do contrario não adianta nada. E depois volta aqui e deixa um comentário se funcionou ou não pra você. Se tiver alguma dúvida de como fazer deixe aqui sua pergunta que vou responder.

Muita luz no seu caminho e até a próxima.

Com amor Paula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *