VAMPIROS EMOCIONAIS: A verdade não contada por trás da lenda.

Tempo de leitura: 18 minutos

1) Vampiros Emocionais: o que você precisa saber a respeito!

Os vampiros emocionais passam despercebido ou são ignorado pela grande maioria. No entanto, é extremamente comum em nosso  dia a dia. O vampirismo emocional é o processo pelo qual uma pessoa tem sua energia vital drenada por outra pessoa, por consequência temos diminuição do ânimo.

Vampiros de energia

Entenda por ânimo, o que da vida. Um desenho é algo estático, desenho animado é um desenho que ganhou movimento, vida.

Alguém animado inspira, possui vitalidade, possui grande movimento, e normalmente o ânimo está atrelado a algum propósito.

O desanimado é triste, lento, como alguém esperando o dia derradeiro, é o começo do fim.

Como nasce um Vampiro?

Nossas relações sociais são um tanto quanto conturbadas, para não dizer doentias, reflexo do modelo de sociedade que vivemos, é a forma como crescemos e aprendemos.

É assim que nascem os vampiros emocionais, de forma orgânica, vendo o comportamento dos outros. É a forma como os pais educam, os professores, os colegas, o conteúdo transmitido pelos filmes, ou seja, é todo o processo de formação de consciência de qualquer pessoa.

O vampiro sabe que é vampiro?

Nesse ponto é importante falar que os vampiros emocionais não são em sua maioria consciente de sua situação. Podemos encontrar vampiros emocionais altamente eficientes e inconscientes de sua prática. E temos também vampiros experientes que são bons no que fazem e adoram se aperfeiçoar.

Basicamente os vampiros emocionais nascem de experiências traumáticas, isso pode ocorrer com pessoas que sofreram algum tipo de violência, humilhação, seja física ou verbal. A castração em sua forma mais ampla também contribui. Por exemplo, os pais que castram seus filhos de forma enérgica determinado sonho por julgar inadequado. Isso pode contribuir para a formação de uma pessoa com dificuldade de equilibrar sua própria energia.

Continue lendo para saber mais sobre vampirismo emocional:

Esse artigo tem como objetivo através da construção da consciência possibilitar que você tenha maior controle da sua vida, assumindo sua posição de poder, tendo maior equilíbrio e felicidade em seu dia a dia.

É absolutamente normal trocarmos energia, cedendo e absorvendo, isso está bem se você estiver no controle. É classificado como vampirismo se você estiver inconsciente desse processo e outros manipulam seu campo de energia de forma sigilosa extraindo sua vitalidade.

O livro e filme A Profecia Celestina aborda esse assunto, não de uma maneira profunda, mas com uma noção de como funciona.

Imagens do filme:
vampiros emocionais

Percebam nessa sequencia como a energia dele procura invadir o campo dela.

vampiros emocionais

Ela se sente acoada por ele.

vampiros emocionais


2) O QUE LEVA UM VAMPIRO AGIR?

Vampiro é uma pessoa que não possui harmonia dentro de sua própria energia, é alguém que através de seus impulsos mentais e emocionais confusos, gera para si um déficit energético, precisando dessa forma “compensar”.

Não devemos culpa-los, agredi-los ou julga-los, na maioria das vezes são pessoas que foram vampirizadas por outros e nunca foram ensinadas a cuidar do seu próprio campo de energia, tomando a forma do seu “agressor”.

Nas lendas o vampiro converte um ser humano através da mordida, por analogia o vampirismo emocional funciona da mesma forma. Nos tornamos vampiros emocionais quando somos vampirizados, pois isso altera nosso fluxo energético, fragiliza, e através de processos inconscientes adotamos as mesmas condutas que outros impõe sobre nós.

Então não tem escapatória? Irei me tornar um vampiro?

Calma chegaremos lá!

Como o Vampiro age?

A principal maneira de extrair a energia de outra pessoa é chatear a pessoa.

E existem basicamente duas formas de se fazer isso:

  1. Pela intimidação, ameaças, ofensas, provocações e qualquer outro tipo de violência.
  2. Sedução, prazer, lisonja, adulação.

Esses são chamados de métodos yin e yang, podendo ser combinados também. Em ambos os casos a vítima é induzida a abandonar sua energia.

Existem pessoas que já se acostumaram a viver de forma a chatear outras pessoas, gostam de uma discussão ou chamar atenção.

Essa conduta já está em piloto automático. Algumas mulheres sensualizam para despertar o desejo nos homens, de alguma forma isso serve de alimento para elas. Assim como homens que acreditam que devem oprimir e jamais “perder” nenhuma disputa, subjugando e menosprezando.


3) COMO SE SENTE A VÍTIMA DE UM VAMPIRO?

vampiros emocionais

Para que você possa assumir o controle da sua energia, o primeiro passo é identificar os sintomas de alguém vampirizado.

Imagine que você sai de casa para ir trabalhar, ou ir academia, ou ao mercado, qualquer lugar que seja. A princípio você está bem, confiante que coisas boas irão acontecer, você está com aquele sorriso interno que te vivifica.

E quando você está voltando pra casa, parece que tudo desmoronou, sua confiança sumiu, seu otimismo não existe mais, você pensa em desistir de tudo, pensa que não é capaz de progredir, pensa que a felicidade é uma ilusão.

Algo passou despercebido por você. Houve alguma interação que drenou seu ânimo.

A partir de hoje você estará mais presente para identificar essas interações durante seu dia.

Reações ou sintomas:

As reações/ sintomas que você pode ter pelo contato com essas interações negativas são:

  • Desanimo e Tristeza: vontade de desistir de tudo, não fazer mais nada, a final todo o seu esforço está sendo inútil.
  • Pessimismo: algo que você acreditava e de repente passou a ter uma visão pessimista.
  • Raiva: sabe aquela vontade que tudo exploda.
  • Discórdia Familiar: rivalidade entre irmão, isolamento.
  • Dificuldades de relacionamentos: quando sua energia não esta em equilíbrio torna-se difícil relacionar-se.
  • Dor de cabeça: é uma forma do seu corpo sinalizar que algo esta em desequilíbrio.
  • Dor no estomago: sua energia é drenada muitas vezes através do plexo solar (chacra).

DICA:

Pessoal, uma dica muito boa pra vocês perceberem quando seu campo de energia esta sofrendo influencia é o bocejo.

sugadores de energia

Sabe quando está tudo normal, então você começa a conversar com uma pessoa e do nada começa a vim um bocejo atrás do outro?

Então, você está sofrendo interferência no seu campo, e sua energia está sendo drenada pela boca. Procure “bocejar para dentro” não abrir tanto a boca, tampe com a mão e assim que possível se afaste.


4) [COMO IDENTIFICA-LOS]. OS 12 TIPOS BÁSICOS DE VAMPIROS EMOCIONAIS.

Eles podem assumir diversos comportamentos que drenam sua energia de forma eficiente:

1 – Ciumento:

Já viu aquela pessoa que tem ciúme até da sua sombra? Não importa se é uma relação de amizade ou namoro, um ciúme descontrolado certamente irá acabar com o relacionamento.

2 – Inseguros:

Eles possuem auto estima muito baixa e de alguma forma irão te contaminar, nem que seja por um momento. Sabe quando você conta algum projeto seu pra alguém e essa pessoa fala: humm será que vai dar certo? O pessimismo é uma forma de insegurança.

3 – Invasivos:

Conhece aquela pessoa que faz um monte de perguntas desagradáveis? Pessoas que você não deu a liberdade, mas que insistem em tomar conta da sua vida.

4 – Chorão: 

Esse é sempre vítima de tudo e de todos, ele vai drenar sua energia falando de como ele é infortunado. Vai despertar em você o sentimento de pena, ele é sempre o coitado. Seja forte e corte suas asas, diga que você não gosta de queixas e que elas não resolve a situação. Pergunte pra essa pessoa qual é a solução em vez de concordar com suas lamentações.

5 – Falador:

Você tem algum amigo que as “conversas” são monólogos? É como se você ou sua opinião não fizesse a menor diferença pra ele. Ele é o centro, e usará seus ouvidos. Arrume uma desculpa levante e saia de perto.

6 – Brigão:

Esse é o que intimida, agride, oprime. No trabalho ele não perde uma oportunidade de discutir e se impor. Esse ambiente agressivo é ideal para que esse vampiro roube sua energia. A melhor coisa é procurar manter a calma e não contribuir para gerar uma atmosfera de agressividade ou tensão.

7 – Doente:

Está sempre falando de alguma doença que tem, ou uma dor, ou falando de casos de pessoas doentes, amigos ou parentes que morreram de tal doença. Isso certamente irá baixar sua resistência. Não sinta pena, não entre nessa vibração.

8 – Sensual:

Utiliza-se de roupas mais provocantes e incentivam atividade mental sexual.

9 – Cobrador:

Não é necessariamente quem cobra dinheiro, você conhece aquela pessoa que cobra amizade? Ex: Por que você saiu com tal pessoa e não me chamou? Por que semana passada não me telefonou? Não se sinta culpado com suas cobranças, não abra seu campo de energia, devolva uma afirmativa dizendo por exemplo: você também não ligou.

10 – Reclamador:

Pra esse tipo tudo é problema, fica reclamando da situação do pais, da política, saúde, do emprego e tudo mais. Não caia nessa, diga não as suas críticas, não concorde. Aos poucos, essa pessoa irá deixar de falar essas coisas pra você porque irá perceber que não está funcionando.

11 – Amedrontador:

Esse tipo adora espalhar o medo. Ele irá disseminar o medo do desemprego, o medo de ficar sozinho, o medo de perder a saúde etc.

12 – Bajulador:

É o adulador, puxa saco, tentará massagear o seu ego cobrindo-o de falsos elogios para conseguir alguma vantagem. Não deixe seu orgulho falar mais alto que o discernimento.

Existem outros tipos, de qualquer forma eles irão drenar sua energia vital.
É muito importante termos a consciência que na maioria das vezes o vampiro não vai deliberadamente te atacar com o propósito de te prejudicar, na verdade eles estão refletindo o seu mundo interior.

Exemplo do amedrontador: Não é que ele vai falar assim – “olha lá aquela pessoa vou colocar medo nela”. Na verdade, esse vampiro já está com medo de alguma coisa, e dessa forma transfere para você. Imagine que esse vampiro se impressiona com a violência da TV e os assaltos que acontecem nas ruas. Se você falar pra essa pessoa que você vai sair na rua a noite sozinha, certamente essa pessoa irá transferir para você sua carga de medo e “preocupação”.

Aspectos de desenvolvimento espiritual

Desenvolvimento espiritual

Curiosamente as pessoas menos desenvolvidas espiritualmente tendem a se tornar vampiros emocionais com mais facilidade.

Isso porque estão menos em contato com seu Eu Divino, permitindo a entrada de energias menos sutis em seus corpos.

Em contrapartida as pessoas mais desenvolvidas espiritualmente tendem a se tornar vítimas mais facilmente. Para terem melhor qualidade de vida essas pessoas devem entender o vampirismo, identifica-los e se afastar a medida do possível.

Por isso estou escrevendo esse artigo, pois desejo que você se liberte das amarras que te impedem de ser mais feliz.

Nosso próprio modelo de sociedade e cultura é um terreno fértil para o surgimento de vampiros emocionais, então eles estão por todos os lugares, mas sem pânico. Imagine que você conviveu até hoje com isso e bem ou mal está ai, de alguma forma está tudo bem e a tendência é só melhorar.

Método de Avaliação

Utilize as seguintes perguntas para identificar se um relacionamento está sendo benéfico pra você:

  • Se o seu relacionamento com a pessoas mudou. Ficou pior ou melhor?
  • Você pode confiar sinceramente nessa pessoa com seus sonhos, medos, segredos ou seu coração?
  • Você se sente valorizada, amada, e apoiada por essa pessoa?
  • Como você descreveria o intercâmbio de energia? É algo equilibrado ou unilateral?
  • Você pode realmente ser você mesma sem medo de ser julgada, zombada ou ridicularizada?
  • Finalmente, a decisão é sua. Só você poderá decidir se essa relação vale a pena ou não. Use seu poder de decisão, é a arma mais poderosa que você tem.

Então vamos finalmente entender como podemos nos proteger.


5) OS 7 ESCUDOS DE PROTEÇÃO CONTRA VAMPIROS DE ENERGIA:

vampiros emocionais

1) Melhore sua consciência geral.

Que bom, você está fazendo isso agora lendo esse artigo. Nosso mundo externo é reflexo da nossa consciência e nosso mundo interno. A elevação de consciência nos confere poder para tomarmos melhores decisões.

Então a partir de hoje comece a perceber como se comportam as pessoas ao seu redor, tanto no convívio familiar, profissional, social. As pessoas te encorajam a ser independente ou estão tentando te seduzir, persuadir, intimidar, ameaças, amedrontar?

O processo de ampliação da consciência não deve parar, busque sempre conhecimento e aplique-o em sua vida.

2)Evitar.

Possui forma mais eficiente de não ser vampirizado do que não ter contato com os vampiros emocionais?

Procure evitar possíveis situação que você sabe que terá sua energia baixada, pode ser locais de baixa vibração, atividades ou contato com certas pessoas. Nós ocidentais não temos a cultura de isolamento, é muito difícil para maioria de nós não estarmos inserido no contexto dos amigos e da comunidade em geral. Esse processo de evitar o contato deliberadamente pode ser difícil, mas irá levar você a desenvolver a capacidade de estar bem com você mesmo sem depender dos outros.

Manter um espaço pessoal, puro, silencioso e privado pode ser muito benéfico e satisfatório.

3) Meditação.

A meditação irá trazer benefícios em muitas áreas. A prática fará com que você fique mais presente e atento as suas necessidades e aos seus sentimentos. Você passará a ser mais observador, e deixará de agir por impulso. Irá perceber melhor a energia das pessoas, e irá te ajudar a realizar o item 2, pois a meditação tornará melhor a relação você com você mesma.

4) Cuidado ao se envolver com outras pessoas.

Não quero incentivar a desconfiança de tudo e de todos, mas também não é bom confiar em todo mundo logo de cara. Muitas pessoas aproveitadoras passam uma primeira impressão de ser acima de qualquer suspeita. Então conheça bem a pessoa antes de começar um namoro, uma sociedade, uma relação mais intima.

5) Não permita se influenciar conscientemente.

É seu direito e poder manter sua energia. Quando você perceber que seu campo energético está sendo ameaçado por qualquer vibração negativa, diga mentalmente com toda convicção possível: Eu não permito que meu campo energético sofra qualquer influência negativa.Eu mantenho meu campo saudável e luminoso. Você também deve através do pensamento criativo imaginar um campo de energia vibrante de luz branca consistente em volta de você te protegendo e nada penetrando nesse campo. Lembre-se, você tem o poder.

6) Proteção do plexo solar (chakra).

Coloque discretamente a mão aberta na altura da boca do estomago protegendo seu plexo solar. Ele é responsável pela reunião das informações sentimentos e percepções e depois distribui pra todo corpo, por ele flui as energias emocionais. A proteção com a mão espalmada é como um filtro, não deixando exposto esse canal energético.

7) Oração e amor.

A oração é uma forma de se conectar com a fonte criativa que permeia tudo que existe. Você pode chamar essa energia de Deus, independente da sua crença, a fé de uma pessoa deve ser sempre respeitada. Mas uma coisa é fato, a oração é a comunicação direta com essa força que sustenta toda a vida em todo o universo. Então não subestime o poder da oração.

O único ingrediente que não pode faltar numa boa oração é o amor. O amor age como um catalizador, um potencializador de qualquer oração. Deus é impulso de vida amoroso, Ele vibra na frequência do amor incondicional. Envolva suas orações com amor e sinta a manifestação positiva em sua vida.


6) OS 6 PASSOS PARA DEIXARMOS A PRÁTICA DE VAMPIRISMO.

vampirismo meditação

Vamos finalizar refletindo sobre aquela indagação do começo: Então não tem escapatória? Irei me tornar um vampiro?

Alguns de vocês poderão perceber que estão agindo como vampiros emocionais em determinados momentos e desejarão mudar. Fazer isso às vezes pode ser difícil. Vamos apresentar em tópicos algumas formas para deixarmos essas práticas não tão boas pra nossas vidas.

1) Desfazer traumas:

Devemos nos concentrar em desfazer traumas que muitas vezes nos levam ao vampirismo. A busca de autoconhecimento e auto maestria também pode restaurar sua energia natural e melhorar a clareza mental, que são muitas vezes necessárias para desistir do vampirismo.

2) Passar um tempo sozinho:

Os vampiros emocionais também podem precisar passar um tempo sozinhos para desenvolver seu próprio centro energético e para poder sintonizar sua própria energia em vez de tomar a dos outros. No entanto, geralmente isso não é algo muito agradável. Então, force-se a passar um tempo sozinho e fazer as coisas sozinho.

3) Meditação:

A meditação a longo prazo também irá ajudá-lo a sintonizar sua própria energia. Então você precisará de outros cada vez menos até que você perceba que você realmente não quer a energia dos outros, pois não é pura.

4) Capacidade de percepção:

Além disso, exercite a capacidade de percepção para “pegar” cada vez que você perceber dizendo ou fazendo coisas que são projetadas para chatear outra pessoa. Este será um lento processo de autoconsciência, em que você irá perceber o porquê, como ou quando você age desse jeito.

Meditar e tomar tempo sozinho são essenciais para que este processo seja construído e desenvolvido. Não fique chateado com os comportamentos e atitudes que não são muito saudáveis ou amorosas para você durante a meditação ou em qualquer outro momento. Apenas deixe todos irem.

5) Pratique  o amor:

Pratique o amor por todos os seres. Isso é complexo, pois não significa permitir que outros se aproveitem de você, no entanto, trata-se de aprender a irradiar seu amor próprio.

6) Oração:

Além disso, como com todos os problemas da vida, reze diariamente por orientação e ajuda. Estabeleça um vinculo entre você e seu guia espiritual ou anjo de guarda, como preferir chamar. É incrível o que se pode alcançar com ajuda dele.

Pessoal, muito importante, vamos enxergar esse artigo em perspectiva.

Sua busca por conhecimento te trouxe até aqui, então procure ver de forma branda todas as informações expostas. Você não deve se assombrar ou se preocupar demasiadamente, pelo contrário, hoje você possui novas ferramentas para que aos poucos se torne cada vez mais mestre de sua própria vida.

A mudança não ocorre do dia para a noite, então vamos seguir devagar e sempre, constância é melhor que intensidade. Vamos seguir mais fortes hoje do que ontem, se cobre na medida certa, nem tão pouco a ponto de ficar estagnado nem tão forte a ponto de não corresponder e assim desanimar.

Atenção: várias pessoas me pediram para falar melhor sobre como essas relações vampíricas funcionam dentro de casa. As vezes pode  parecer complicado trabalhar esses conceitos quando falamos de família e amigos próximos. Eu irei fazer um outro artigo falando só sobre isso, não percam.

Se inscreva em nosso Blog para receber atualizações de novos artigos como esse.

Conteúdos para despertar a consciência.

Melhore sua qualidade de vida! Fique por dentro das atualizações do blog. Inscreva-se grátis!>

Gratidão e muita luz no seu caminho.

Com AMOR Paula.

8 Comentários


  1. Gostaria de saber como conviver em uma família que a vários vampiros emocionais. Tenho uma família numerosa, tanto do lado do meu pai e quanto da minha mãe. E no lar do meu esposo também.

    Responder

    1. Oi Simone que bom te la aqui. Na realidade os maiores desafios quase sempre se encontram dentro do seio familiar. Para lhe ajudar a lidar com essas situações, é importante que vc se mantenha com uma frequência elevada (pensamentos e sentimentos), vc consegue adquirir isso com leituras que te exercitam a consciência, quanto mais elevada sua vibração mais difícil fica das pessoas sugarem sua energia. O uso de florais também ajuda muito. Grande bjo

      Responder

  2. Boa noite! Gratidão pelos ensinamentos.
    Apesar de ler constantemente a respeito e praticar a proteção (como a mão espalmada no plexo solar) e orar…tenho dificuldade porque a pessoa que me vampiriza é minha mãe. Eu sou uma pessoa emocional e ela racional. Eu sou otimista, ela pessimista. Eu pratico a gratidão, ela a reclamação. Eu já tenho 62 anos e só recentemente percebi o quanto ela me manipulou, me prejudicou. Não tenho mágoa. Sou grata a Deus por ter percebido. Antes tarde do que nunca. Por conta do isolamento, estou plenamente feliz e o melhor, sem sentir culpa. Mas quando passar, como fazer para me distanciar sem magoá-la? sem me sentir culpada? Gratidão!

    Responder

    1. Olá querida que bom q os conteúdos tem lhe ajudado.
      Sempre quando temos o envolvimento emocional fica mais difícil mesmo. O que podemos fazer para minimizar os efeitos e vc se preservar mais, é dar mais prioridade a você, se antes vc frequentava a casa dela 5 vezes na semana na casa, vá 3 dias apenas.. aos poucos vocês vai conseguir se centrar.
      E lembre-se sua mae deu oq tinha de melhor para te oferecer.💓🤗

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *